Birrenta aos quase quarenta



Se esta birra que me assola não for embora depressa,acho que vou ter de mudar o nome ao meu blogue. Birrenta aos quase quarenta? Não soa nada bem, e de certeza que não ia aparecer na Happy, mas happy é um adjectivo que anda um pouco esquecido pelo meu humor...Parece que não sou só eu... pelo que tenho lido nos blogues que acompanho. Será que é contagioso? Será que a culpa é deste frio que voltou? Será que é por sermos bombardeadas cada vez mais com a palavra crise e, estarmos de facto, a senti-la cada vez mais?
 Eu não tenho respostas, mas sei que ando implicativa, birrenta e menos doce, principalmente com as pessoas que eu mais gosto. Eu sei que a TPM também ajuda, mas não pode ser desculpa para tudo. Ou será que pode?

7 comentários :

  1. Estou exactamente na mesma.
    E sei que a culpa é desta visita que chegou hoje (ontem, na verdade), e nos meteu as mãos nos bolsos!

    Enfim, calma. Muita calma!


    P.S.: e mesmo birrenta continuas gira que dói! :P


    Beijos grandes!

    ResponderEliminar
  2. A TPM a mim transforma-me numa fera, irascível, sem paciência, a irritabilidade à flor da pele. E claro, se à nossa volta as coisas não ajudam junta-se a fome com a vontade de comer e andamos assim a descarregar nos que nos estão mais próximos. Isto anda tudo um pouco em baixo, talvez seja da nuvem negra do vulcão...:) Mas não tarda nada é Verão e o sol ainda brilha para todos sem lugar marcado (em alusão ao post de cima) Bjo grande

    ResponderEliminar
  3. eu não tenho tpm (mas se tivesse a coisa piorava muito!), e também ando assim, e não é do tempo, que eu gosto do tempo assim.

    não sei o que é, acho que é da crise, crise e crise, a pessoa fica assim desanimada com o futuro, eu que tenho um bebé preocupo-me com o futuro dele, e também com o nosso, que quando pretender voltar ao activo, não faço a mínima ideia para onde me voltar.

    kiss

    ResponderEliminar
  4. Eu também ando assim, e é mesmo da crise...que chatice, não vejo a minha vida a melhorar nem por nada. É só contas, só contas, coisas para pagar...Nada melhora e as perspectivas não são animadoras. Mas se tivermos que apertar mais o cinto não sei o que faça! Claro que o escape acaba por ser uma comprinha aqui outra ali...mas sempre tudo muito contido e baratinho! Que porcaria de vida! Haja saúde!

    Beijinhos querida e respira fundo!

    ResponderEliminar
  5. É um pouco de tudo que nos torna assim e o tempo não ajuda nada!
    Calma, tudo há-de voltar ao lugar

    ResponderEliminar
  6. Bem que podemos fazer terapia de grupo então! Ando difícil de me aturar, desanimada, sempre a ver o copo meio vazio e raramente meio cheio... é a crise, o tempo, o excesso de trabalho, os quilos a mais que se vieram instalar sem serem convidados, o saber de pessoas próximas de mim que de repente se apercebem que estão em estado terminal ...e tudo e tudo e tudo
    Nunca tive tanta vontade de sair deste país que é meu, que amo de paixão, mas que nao me acolhe, nem a mim nem aos meus, não me protege, não constitui porto de abrigo.
    Mas tu, que és gira que farta e um doce de trintona, respira fundo, goza os teus príncipes todos e avança para outro dia, mais solarengo, mais sorridente!

    beijinhos doces e muitos

    ResponderEliminar
  7. Deve ser desta primavera mal assumida... mas quando o sol se abrir por inteiro até a crise fica mais sorridente!

    ResponderEliminar