E porque é que custa tanto, tanto...

Tumblr_lf1iwbpmwd1qds2a7o1_500_large
Mala quase pronta, roupinha dos petizes quase preparada, eu de coração apertado por ir deixar os meus rapazes. O costume.
A história repete-se sempre.Gosto de ir, faz-me bem a todos os níveis, mas custa-me sempre. Muito.
É que eu gosto de controlar tudo e tenho a mania dos " E se...".
Depois, eu sei que passa num instantinho, que tudo acaba por correr bem e que me faz bem a mim e a eles. Para além disso lembro-me sempre disto que um dia uma amiga me disse: " Sabes, Sofia, se tu não fores, um dia vais dizer aos teus filhos que poderias ter ido ali e aqui, mas nunca quiseste ir para ficar com eles. Provavelmente eles vão responder-te que foste muito palerma e não perceberão porque não foste".
Lembro-me sempre desta conversa quando decido ir. Desde que, em 2005, comecei a integrar projectos Comenius e fui à Escócia tinha o meu mais pequenino dez meses. Acho que não sou uma pior mãe por ir. Acho que eles não ficam prejudicados. Sei que eles ficam muito bem entregues ao magnífico pai que é o senhor meu marido. E tenho a certeza que é também um exemplo que lhes dou...porque o mundo não acaba nesta pequena aldeia onde vivemos.
 Sei isto tudo, mas custa-me sempre tanto ir...

14 comentários :

  1. Pois é, parece que os estamos a abandonar!! Mas sossega que eles ficam bem e realmente acho que a tua amiga tem razão, eles nunca vão perceber o porquê de não ires!!
    Bjinhos e boa viagem

    ResponderEliminar
  2. Na vida, Sofia, a única coisa de que devemos arrepender-nos é daquilo que não fizemos. Os filhos vão é ter muito orgulho na mamã Sofia por ter tido as experiências que teve e por poder mais tarde partilhá-las com eles!
    Boa viagem!

    ResponderEliminar
  3. POis, é o querer ir, é o querer não abandonar quem fica. Pensar em nós, nos outros... e naquele momento é tudo tão confuso. Depois quando estamos dentro do avião as coisas começam a compor-se e +e bom o lá estar e melhor o regress.

    Boa viagem. Diverte-te.

    ResponderEliminar
  4. Acho que as melhores mães, são aquelas que não se esquecem que para além de serem mães, tambem teem uma vida.

    BJS

    ResponderEliminar
  5. Por vezes damos mais importância àquilo de que sentimos falta. E isso faz-nos crescer. Talvez os pequerruchos ainda dêem mais importância à mãe depois de ficarem sem ela uns dias...
    Boa Viagem!

    ResponderEliminar
  6. Vai tudo correr bem. Aproveita o melhor possível. Boa viagem.

    ResponderEliminar
  7. Penso sempre nisso porque apesar de amar viajar, não consigo deixar a Matilde com ninguém!! Ela tem dois anos e meio, mas nem com os avós a consigo deixar uma noite. Espero que isto mude até porque acho que devemos mostar-lhes que o mundo é muito grande, que um dia serão eles a descobri-lo por vezes sem os pais! E os teus meninos já são bem crescidos e entendem:)bj!

    ResponderEliminar
  8. E fazes muito bem em ir :) Boa viagem, que corra tudo bem.

    ResponderEliminar
  9. É óbvio q os teus filhos vão sentir saudades da mãe, mas não vão ficar sentidos ou "traumatizados".
    Sofia, tu vai de consciência tranquila, pois nota-se perfeitamente q és uma mãe sempre presente. O pior é aqueles pais que estão sempre com os filhos e mesmo assim estão "longe" e ausentes. A distância é apenas um pequeno pormenor.

    Beijoca e diverte-te!

    ResponderEliminar
  10. Não os estas a abandonar. Estás sim a contribuir para a tua realização pessoal, enquanto mulher, não deixando nunca de lado o teu lado de mãe!

    ResponderEliminar
  11. Uma excelente visão, sem dúvida. A única saudável, e que nos permite a nós, mães, termos a nossa vida. Porque também a temos. Para além da deles. Deixo sorrisos. Gostei do blog :)

    ResponderEliminar
  12. eles vão é ter orgulho de terem uma mãe corajosa e que conhece o mundo :)

    *.*

    ResponderEliminar
  13. Deve ser super interessante o contacto com outras realidades ... onde trabalho já tivemos 4 assistentes comenius ... acabamos de receber a 4ª esta semana e para mim tb tem sido um boa experienca a partilha com eles :)
    Quanto aos teus filhos ... acho que por mais que nos custe, sabendo que eles ficam bem ... o que interessa é que te sintas realizada e isso vai reflectir-se neles e na tua relação com eles e vão ter orgulho na mãe.
    Os meus já são crescidos e em todos os projectos que me envolvi sempre foi da parte deles, mm enquanto novos, que tive o maior apoio e hoje vejo muitas vezes o orgulho com que falam do percurso de vida da mãe :)

    ResponderEliminar