Esta coisa de ser mulher portuguesa...Será?

Cool-cute-explore-plane-tattoo-favim.com-186857_large
E a sensação é sempre a mesma... Já não é a primeira vez que escrevo sobre este assunto e, como o coração anda apertado, repito mais uma vez a dose. Eis o que me atormenta: na próxima semana vou em viagem, no âmbito de um projeto Comenius, para Cracóvia, Polónia. 
Eu adoro viajar e, se me meto nestas andanças, é mesmo porque sei que tenho oportunidades de conhecer pessoas e sítios e fugir um pouco do meu mundinho organizado ( há quem lhe chame zona de conforto). Só que...há sempre um que...umas semanas antes começo a stressar. E se me acontece algo? E se os meus meninos precisam de mim e eu estou longe? E se os meus pais pioram? E se...
Estou farta destas conversas que tenho comigo mesma. E o rapaz cá de casa também já nem me pode ouvir ( mas se é para sofreres assim por que vais?). E até vocês já devem estar a pensar no mesmo...
Eu esclareço.  Sinto que devo ir. Alargo horizontes, os meus meninos ficam super bem com o pai, cinco dias passam a correr... O pior é esta culpa que me mói e o medo maior que é este: se me acontece algo ninguém cuida dos meus meninos como eu. Eu sei, tenho a mania que sou a melhor mãe que eles podem ter  (acho que é mesmo a certeza, confesso).
Eu acho que isto tudo é culpa desta coisa de ser mulher portuguesa, latina, com educação católica, eu sei lá! Mas eu vou, mesmo de coração apertado, vou. E sinto que ao mesmo tempo que viajo, os meus meninos viajam comigo e apercebem-se de algo importante para quem vive numa aldeia pequenina: não tem mal nenhum a mãe viajar sem o pai e sem eles.
Já escrevi demais, verdade? Vou-me embora deste teclado porque os dedos já me estão a fugir para a terrível pergunta " E se o avião cai?". Estaca zero, portanto.

13 comentários :

  1. Também sou assim. Chega a ser sufocante e assustador!No final toda a familia fica feliz e orgulhosa, e pensamos se valeu a pena toda a ansiedade...Mas é mais forte do que nós!
    http://twopoppyseeds.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. as relações sempre se fortalecem com a ausência .E a maior herança que se pode deixar a um filho é o exemplo e a iniciativa que a vida é muito mais que o nosso mundo . Cria neles uma preparação diferente . desde os 9 anos que o meu filho viaja , apesar de todas as dificuldades que os jovens o mundo esta a passar em sinto que ele é capaz de se defender e enfrentar o futuro . Atenção que também tem o seu feitio de .............. ;)))

    ResponderEliminar
  3. Oh minha querida, entendo o que dizes... eu ainda não fiz propriamente viagens para fora, mas basta-me estar 2dias em outra cidade sem o meu menino que me dá um aperto! :$ ehehhe

    Mas ele compreende muito bem, assim como os teus compreendem de certeza! Tens é de estar orgulhosa pelas oportunidades que tens ;)

    Biju*
    Iv
    http://www.ivaniadiamond.com/

    P.s.bem vinda ao meu mundinho no facebook* eheh

    ResponderEliminar
  4. Não sofras por antecipação, não vale a pena! :) Vai correr tudo bem, vais ver! E vais conhecer a cidade mais apaixonante da Polónia..! Se quiseres umas dicas, deixo aqui as notas da minha viagem por lá:

    http://agre-e-doce.blogspot.com/2009/08/polonia-ii.html

    E se tiveres oportunidade... não percas Auschwitz... ...

    http://agre-e-doce.blogspot.com/2009/09/polonia-v.html

    ResponderEliminar
  5. Eu acho que é normal. Eu também sou assim, o meu "truque" é racionalizar tudo, tento sempre convencer-me que estou a ser tonta.

    ResponderEliminar
  6. Querida Sofia, sei o que é sofrer por antecipação, mas pelos mesmos motivos mas compreendo...mas acredita que não adianta!! Não penses nisso!!

    ResponderEliminar
  7. Não fiques assim, acredita em mim que isso só faz bem a todos e os teus meninos aprendem a ser mais independentes!

    ResponderEliminar
  8. Querida, vai e aproveita bem, entendo o coração apertado mas, tens de aproveitar a oportunidade, é bom para ti e é bom para os que amas.

    Beijão enorme

    ResponderEliminar
  9. Acho normal sentires essa sensação...um aperto misturado com vontade...serio...

    ResponderEliminar
  10. Não sou mãe, mas acho que teres essa sensação é normal.De qualquer modo, é sempre bom ir e "enriquecermos" com as experiências. Há coisas que ninguém vive por nós...

    ResponderEliminar
  11. Já percebi porque andas por esses lados :D só lhes faz bem, dão mais valor à mãe LOL

    ResponderEliminar