E é isto.

De fugida... o pouco tempo livre que sobra tem sido aproveitado para namorar muito e aproveitar os momentos a quatro o mais possível. O coração anda apertado, mas recuso-me a deixar de sorrir e a ficar rabugenta. Quem me rodeia não tem culpa das voltas que a vida dá, e eu acredito que há mudanças que são boas, mesmo que doam um bocadinho.

E mesmo que, como diz a minha amiga Helena, os meus olhos andem mais tristes, o sorriso vai-se mantendo. Pelos meus filhos, por ele que parte, por nós, por mim.

6 comentários :

  1. Força querida Sofia! vamos ter de passar pelo mesmo brevemente e sei que vai ser complicado!

    ResponderEliminar
  2. Muito gira Sofia! Vai tudo correr bem!! :)

    ResponderEliminar
  3. Boa sorteeeeeeeeeeeee e mto optimismo amiga!
    bjs....

    ResponderEliminar
  4. Sofia, recentemente cruzei-me consigo num elevador do estacionamento da Zara.
    Fiquei reticente se era você, se deveria falar.. e agora tenho pena de não o ter feito.
    Desejo-lhe toda a força do mundo, porque melhores dias virão e não perca a esperança. Imagino que o seu coração esteja pequenino, mas tem em seu redor o melhor da sua vida.

    Um grande Beijinho!!
    (E da próxima vez que me cruzar consigo, não hesitarei em falar!:))
    Carla Mendes

    ResponderEliminar
  5. Sofia

    Que as circunstâncias da vida permitam que voltem a estar os quatro juntos o mais breve possível.
    Familia é partilha...

    ;) Felicidades

    ResponderEliminar