Sofia e os escutas


Andei uma semana desaparecida, mas por boas razões. Receei a solidão e fui com os filhos escutas participar, como voluntária, no Acampamento Escutista da Região de Leiria.
Uma experiência fantástica, mas que comprovou o que eu eu já sabia...o escutismo não é bem a minha praia. Sinto uma admiração incrível pelos Chefes, por todos aqueles que vivem o escutismo sempre prontos para servir os outros (sem reclamar) e reconheço que o escutismo é uma escola de vida fantástica. Mas eu não consigo sentir o entusiasmo que observei em tanta gente de diferentes idades.
A verdade, eu assumo, é que eu sou comodista, sou mais sandálias do que botas, mais vestidos do que calções, mais sofá do que caminhar...Mas adorei participar e vim de lá com o coração cheio, a admirar e a respeitar ainda mais todas aqueles  dirigentes (como a Rute, a Sónia, o Pedro, o Luís, o Afonso, que tanto dão aos outros sem esperar nada em troca.

Fiquei a trabalhar na Creche (onde ficaram os filhos dos Chefes e dos outros voluntários). Oito crianças que me fizeram relembrar como são fofinhos os mais novinhos (e enérgicos). Eis a foto que comprova que estive por lá e que está no Facebook oficial do evento. Eu só estou com este ar tão lavadinho porque foi no segundo dia. Depois...por alguma razão não há registos! 





3 comentários :

  1. Também admiro muito o Escutismo, mas à distância! Não é o meu estilo...

    Achei bastante piada à última observação! :-)

    ResponderEliminar
  2. Sempre com estilo, mesmo no meio de tanta poeira. Escutismo, é bom e recomenda-se, sendo que eu não seria uma boa colaboradora, por não sentir aquele apelo que é necessário à causa. :-)

    ResponderEliminar
  3. Olá :) Também como tu sou mãe de "escuteira exploradora" e faço isso muitas vezes. Gosto particularmente do espirito de familia que se vive por lá. É sempre uma experiencia divertida e reconfortante. beijinhos*

    ResponderEliminar