Combater o efeito ioiô

Para mim, mais difícil do que emagrecer, foi sempre manter o peso e combater o chamado efeito ioiô ( fica estranho escrito, mas segundo o Ciberdúvidas é mesmo assim). Escrevia eu  que manter o peso é para mim a verdadeira prova.
Chegada que estou ao peso que considero ideal (é o meu peso ideal, o que me sinto bem, não é o que dizem as tabelas), deparo-me agora com a tarefa de não voltar a ganhar o peso que perdi. Para já, tenho conseguido  graças à quantidade astronómica de legumes que como, mas sei que o que me falta é fazer mais exercício físico para compensar eventuais asneiras.
Na quarta-feira passada, fui caminhar e fiz uns minutos de corrida. Muito poucos, confesso. Parece que tenho vergonha de correr, como se não fosse para mim, como se não fosse capaz. Amanhã, vou tentar mais uma vez. Se não conseguir correr muito, caminho. Sei que tenho é de me mexer. 
Sei o que custou perder estes quilos (desde janeiro do ano passado foram doze), sei como me sinto bem agora e SEI que que não os quero voltar a ganhar.  Mas nada está garantido. e eu sei o quão fácil é engordar de novo.



Para me motivar, ficam estas duas fotos que o Gonçalo me tirou hoje. Têm fraca qualidade digital, mas eu gosto delas.  E sei que o outfit deve até estar cheio de erros básicos: as botas cortam-me a altura da perna, a saia é muito "menineira" para uma moça de quase quarenta e quatro anos de idade, a roupa é toda muita escura, mas  eis o que interessa: estas fotos eu não vou apagar por não gostar do meu corpo. E isto, hoje,por si só, me basta.

15 comentários :

  1. E estás linda Sofia! A idade é apenas um mero pormenor, o que realmente importa é como nos sentimos! :)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. tá girissima :) e agora força para esta nova etapa!
    ***

    ResponderEliminar
  3. desde que se esteja de bem connosco próprios, qualquer peso é ideal :)

    ResponderEliminar
  4. Acho que estás a exagerar. Estás muito gira, Mesmo Gira aos 40 ,) Resto de bom domingo!

    ResponderEliminar
  5. Sofia :)

    Leio-a há anos, desde que, por acaso, ouvi aquele programa da Comercial ;)
    Tenho reparado que tem andado menos "disposta" para estas coisas da blogosfera, um pouquinho menos alegre - mas acredito que seja uma fase. Torço para que "renasça", sim?! ;)

    Quanto ao mais, a Sofia é muito bonita e está muito bem nas fotos! Assim de repente diria que está quê, com uns 35 anos?! :) Está muito elegante e o que mais importa é que se sinta bem!

    Um beijinho e volte! Está perdoada! ;)

    Cris

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que este outfit lhe fica mesmo bem. Olhando para a foto, não lhe dava mais de 35 anos. A Sofia tem ar de menina.

    ResponderEliminar
  7. Estás linda e não vejo erros no "outfit" eh eh, as botas não cortam altura porque mantiveste tudo dentro da mesma cor.
    O meu problema também foi sempre manter o peso, depois com a doença do miúdo perdi muito, sentia-me velha, agora já estou a recuperar.

    ResponderEliminar
  8. :) Esses "erros" pouco importam no meu ponto de vista. Vejo uma mulher feliz e luminosa apesar dos tons escuros que veste (e que adoro by the way) e o resto não interessa. Bjinhoss****

    ResponderEliminar
  9. depois digo-te melhor a minha opinião. assim de rajada? não podias estar melhor! beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Miúda, muda já o nome do Blog para
    GIRAÇA AOS QUARENTA
    Big kiss

    ResponderEliminar
  11. Já te tinha dito, estás óptima, queria ter força e tempo para me pôr nos eixos assim. Até me oferecia como companhia para as "corridas" mas sou fraca parceira. :-) Beijinho, continua nesse astral.

    ResponderEliminar
  12. Já experimentou hidroginástica? Não "cheira" a exercício físico mas faz efeito!

    ResponderEliminar
  13. Mas há erros quando nos sentimos bem com a nossa imagem?? Não me parece!!:)
    Linda como sempre!

    ResponderEliminar
  14. Pois...a quem o dizes. Para mim, é 100% verdade: manter o peso é-me extremamente difícil, se não impossível... Muito mais difícil que perdê-lo. É uma coisa que tento aprender, tenho aprendido mas de qq forma tenho sempre oscilações de peso superiores a uma pessoa "normal".
    É tentar lidar com isso, pelo menos tentar "travar" quando o peso já vai além do razoável e aceitável

    ResponderEliminar