E a traição, como é que é?


Já não me prendia a uma séria há muito tempo. Agora, viciei-me na "Doutora Alabama"(Axn White) e vejo por mim a torcer para que a Zoe perdoe ao Wade uma traição de uma noite.


Por vezes há pessoas na minha aldeia que insinuam o facto do Luís estar só por terras de Angola ( rodeado de belas mulheres se é que me faço entender...) Eu finjo que não percebo, ou digo que há casais que moram na mesma casa e que são infiéis sem precisar de ir para longe. No entanto, por vezes interrogo-me se seria capaz de perdoar uma traição. E não sei responder. Não consigo dizer não claramente, mas também não consigo dizer sim. Dependeria de tanta coisa...
O único caminho é não pensar nisso, acreditar na relação que queremos construir e continuar a ser romântica. É que posso ficar mais velha, mas acho que nunca conseguirei deixar de ser a Sofia-romântica-pateta que me lembro ser. E isso não tem de ser mau.


Marry me, Wade Kinsella?💗💕

8 comentários :

  1. só na situação é que vais saber se consegues ou não perdoar- depende de muita coisa: de como se descobriu essa traição, se foi uma só vez ou várias, se foi com uma pessoa ou várias, se se mostra arrependido/a, ...depende de muita coisa mesmo! uma vez a confiança ferida, é dificil a cicatrização

    ResponderEliminar
  2. Nem vale a pena pensar nisso. Há que confiar até prova em contrário pois a confiança faz parte de uma relação saudável e se por ventura um dia acontecesse uma traição, a reacção poderia tudo menos aquilo que esperamos, depende de tanta coisa...

    ResponderEliminar
  3. É uma chatice, é o que é...
    Também não sei o que faria.
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar
  4. há duas questões, como abordas.O facto de estar longe nao tem que ser indicador de nada, as pessoas falam por falar...e de facto também há casais na mesma casa que se traem...julgo nao ser proporcinalmente directo à distancia, estas coisas das infidelidades.

    Ainda assim, julgo que eu nao perdoaria uma traição...nao me via a confiar de novo.

    ResponderEliminar
  5. Olá Sofia...

    Este é um tema deveras inquietante e muitas pessoas são defensoras acérrimas do sim(perdoar) ou do não/nunca/em circunstância alguma(perdoar).
    Sinceramente eu acho que só quem passa por elas é que sabe e há imensos fatores que se tem que ter em consideração na hora. Por isso eu prefiro não pensar... Confiar acima de tudo e se eventualmente acontecer logo cá estaremos prontos para decidir e reagir. não adianta sofrer por antecipação e também não adianta viver a pensar na traição... Passa-nos pela cabeça como é óbvio, mas confia-se, ama-se com todas as forças que temos, alimenta-se a relação e a vida continua...

    (E não ligue a esses comentários, porque não tem lógica nenhuma... Quantos homens traem com a vizinha da rua de trás e afins...)

    Beijinhos
    Joana

    ResponderEliminar
  6. Entendo que quando se pensa na distância física podemos ser levados a pensar na possibilidade da traição. Contudo penso que o amor, a amizade e a cumplicidade entre um casal pode colmatar a distância. O que alicerces que construíram ajudam a suportar o restante. As incertezas não são unicamente tuas. Ele também as pode ter…

    ResponderEliminar
  7. Olá Sofia!

    Eu revejo a minha situação na sua...o meu marido também anda por terras angolanas e essa situação da traição vem muitas vezes à "baila"...eu tenho que confiar, não posso agir de outra forma...mas é dificil, tendo em conta as histórias que ouço à minha volta, de outros, a dizerem "fulano foi para Angola e já arranjou uma preta"...e depois nós estamos cá com a familia e eles estão sozinhos, mais predispostos e mais fáceis de agarrar...eu digo isto muitas vezes ao meu marido e ele o que me diz é que só vai quem quer...mas se perdoaria? Não sei dizer...espero nunca estar na situação...(também sou fã dessa séria!) Eu evito pensar nessa hipótese mas muitas vezes paira na minha cabeça...ai a distância...

    bjs

    Maria

    ResponderEliminar
  8. Sofia,
    Disse uma grande verdade. Muitos casais vivem debaixo do mesmo tecto e traem. Não é necessário estar longe para o fazer.!
    Pessoalmente não acredito que conseguisse esquecer (diferente de perdoar). Quando se dá a traição, alguma coisa tem de estar mal entre o casal. E quebram-se tantos valores! Onde fica a confiança, o respeito e mais uns quantos!?
    Mas cada qual sabe de si! Para quê pensar nisso? Sabe o que ouvi a minha mãe responder muitas vezes: "O que os olhos não veem o coração não sente".

    Beijinho mt grande*

    MR<3
    Blog Saga da Emigração

    ResponderEliminar