Uma família com esperança #10

Never let your fear decide your fate

A semana que passou foi uma semana de muitas decisões. O contrato do Luís terminava em junho e a incerteza pairava. Ambos andámos meio perdidos: aguentávamos mais tempo separados ou dávamos por terminado este ciclo?

Depois de horas de conversa sem fim, decidimos que o Luís ficará pelo menos mais um ano. Eu e os miúdos vamos passar as férias do verão com ele, conhecer o país, onde ele mora e depois...depois logo se verá. Já aprendemos que não vale a pena fazer planos a longo prazo, o que tem também uma vantagem: aqui ninguém se queixa de monotonia!

Para já, a primeira etapa é tratar de passaportes, vistos e afins. Ainda me custa um bocadinho a acreditar que vamos mesmo passar o verão com ele, mas apesar de o meu estômago andar um bocadinho às voltas (e se os pequenitos ficam doentes e se a viagem não corre bem...o costume...), sinto que é muito importante para o Luís que a sua família conheça a sua casa e os amigos de lá. E essa é uma razão mais do que suficiente.

E agora outra novidade boa: o Luís chega na próxima semana, quinze dias antes do previsto! Yeah!!!!

11 comentários :

  1. Exactamente, um passo de cada vez :)

    Que bom que vão poder matar algumas saudades!!

    ResponderEliminar
  2. Yeah O meu Luizinho está de volta para a semana... Dá para juntar os primos???? E matarmos saudades do Luis (e uns dos outros que estão em Portugal e a ultima vez que nos vimos foi quando o Luis cá esteve - isto é que é distância) By the way, estás bue de gira...

    ResponderEliminar
  3. O Nosso Luizinho vem já para a semana? Yuppi, dá para a gendar ajuntamento de primos, tios e afins? Para fazermos algum barulho, pouco que somos todos muito snobs e discretos.... E rever primos que moram aqui mesmo em Portugal e que não vejos desde a ultima vez que esteve cá o Luis... A isto é que se chama DISTANCIA... Não aquilo que te separa com o teu mais que tudo (estão mais proximos que nunca - acho eu, claro!)

    ResponderEliminar
  4. que bom! Lembro-me sempre de ti! O meu só regressa em Agosto, mas vou visitá-lo nas férias da Páscoa ;)

    ResponderEliminar
  5. A Vida reserva as coisas boas para quem nunca desiste dela. beijo

    ResponderEliminar
  6. Sofia,
    Aproveite. Venha de coração aberto,
    Esta terra tem algo de bom e extraordinário. Costumes, cultura, etc...tudo muito diferente. Nem bom nem mau, apenas diferente.
    Quando aos miudos ficarem doentes, nada de alarme. As pessoas fazem filmes à volta delas, maior do que é. O J. Esta cá à 9 meses nunca apanhou nada. Estou à 2 também não, para além de diarreia!:-) se tiver de acontecer, acontece. É preciso não deixar avançar, qualquer coisa clinuca!
    Desfrutem do país, do clima, da companhia do Luís, das culturas.
    Beijinho
    MR<3
    Blog Saga da Emigração

    ResponderEliminar
  7. Minha querida imagino que a distância seja muito difícil mas quem ama ultrapassa tudo e tu mereces tudo de bom.

    Beijão enorme

    ResponderEliminar
  8. Surpresa boa :) os resto, logo se vê, um passo de cada vez, não vale a pena sofrer por antecipação. Bjs

    ResponderEliminar
  9. Que bom! E como vais fazer com a Izzie?

    ResponderEliminar
  10. Imagino o quão doloroso tenha sido tomar essa decisão. De facto hoje em dia não vale a pena fazer planos a longo prazo, é um dia de cada vez (acho que esta frase passou a ser a minha filosofia de vida). Ainda que tenhas receio da viagem com os miúdos acho que tomaste a atitude certo. É importante vocês conhecerem o sitio onde ele vive. :) bjs

    ResponderEliminar