Uma família com esperança #17


Para as famílias que estão separadas o domingo é o dia mais difícil. Ou pelo menos para nós é. Os dias de semana passam depressa com o trabalho e a rotina diária. O sábado por aqui também é uma correria com as atividades dos miúdos. O domingo é outro assunto...

Hoje, o dia estava cinzento e o dia foi passado a organizar a semana que aí vem, com a companhia da lareira, os pinhões do Santo Amaro (festa cá da freguesia onde ainda se encontram à venda os tradicionais colares de pinhões), a cheirar o cachecol do Luís ( e a amostra do perfume dele que eu guardo) e a Skypar muito. Os primeiros fins de semana separados depois de  dias intensos são os mais difíceis.  Depois, conforme  as  (minhas) neuras, vai-se fazendo a contagem decrescente e o tempo vai passando.

Um domingo já (quase) passou. E não foi muito mau.

Uma boa semana para vocês!

5 comentários :

  1. tenho um gato taaaaao semelhante, até me meteu confusão :P força com o resto!

    ResponderEliminar
  2. Entendo passo pelo mesmo ..
    Um dia de cada vez

    ResponderEliminar
  3. Imagino que custe... Semana a semana, o tempo passa a correr, em menos de nada estarão juntos outra vez. Beijinho.

    ResponderEliminar
  4. que saudades dos colares de pinhões!

    ResponderEliminar