A minha vida como ela é...

Amelie Poulain | via Tumblr

Sempre que posso gosto de andar a pé na minha aldeia e tento fazer  uma espécie de caminhada. Hoje, mal finalizei a hercúlea tarefa de corrigir exames, fui apanhar ar...
Seguia eu o meu caminho, passo apressado e fones nos ouvidos, quando ouço alguém a chamar-me. Parei e sorri para o senhor Adão (quem o conhece sabe que é impossível olhar para ele sem sorrir). Apressado, como ele anda quase sempre, perguntou-me:
- Ó menina, posso dar-lhe dois beijinhos?
Fiquei uns segundos apalermada, mas sorri de novo e cumprimentei-o com dois beijinhos. Logo ele rematou:
-Sabe, é que há mulheres que são tão esquisitas!
E lá continuou ele a andar apressado. E eu também continuei a andar, mas com um sorriso no rosto que perdura até agora.

4 comentários :