Eu, a festa aos burros, os meus traumas e etc e tal...



Há uma Festa aos Burros que se realiza na minha aldeia há mais de cinco décadas, mas como os burros têm faltado, teve uma interrupção de oito anos. Eu, adepta fervorosa da festa, já não participava há cerca de trinta anos. Eu explico porquê.

Desde novinha, que sempre vibrei com a festa. Contudo, há trinta anos,tinha eu quinze anos, enquanto eu e a minha prima preparávamos um carro para participar no cortejo alegórico, o burro que pedíramos emprestado decidiu saltar da espécie de reboque que o transportava e acabou por morrer. Foi uma tragédia com direito a muitas lágrimas e eu ainda hoje tenho pesadelos com isso.

Nunca mais quis nada com festejos com burros. Até este ano. Animada pela minha prima Elsa  e pelo entusiasmo dos meus miúdos, lá preparámos um carro alegórico, com direito a burro lindo (mas do qual não me aproximei muito por causa das coisas) e diverti-me a valer. 
O outfit era de mecânica pois representávamos uma oficina de transportes não poluentes. Ah...e até apareci na televisão, a dizer palermices que me vieram à cabeça de um momento para o outro e sem direito a ter óculos de sol nem maquilhagem!
Mas a festa foi linda e nem poderia ser de outra forma...com a família por perto...tudo tem muito mais sabor!

Ah...e com este fofinho o trauma foi (um bocadinho) superado:




9 comentários :

  1. E já sabes que eu te vi :D
    Tinha acabado de ver a tua foto no Instagram, por isso foi fácil reconhecer-te!!!
    Parabéns ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu também te vi :) E os burros são tão fofos :)

    ResponderEliminar
  3. Muito gira a festa e a ideia!!! Em que dia e canal passou??

    ResponderEliminar
  4. O burro era de facto magnífico. Tu com óculos ou sem eles estiveste tão bem qus até de África recebeste elogios. A festa goi fantástica pela sempre animada companhia. E um bem haja para is jovens dos Cavalinhos por retomarem esta tradição. Ah... o vosso carro estrve muito bem!

    ResponderEliminar
  5. O burro era de facto magnífico. Tu com óculos ou sem eles estiveste tão bem qus até de África recebeste elogios. A festa goi fantástica pela sempre animada companhia. E um bem haja para is jovens dos Cavalinhos por retomarem esta tradição. Ah... o vosso carro estrve muito bem!

    ResponderEliminar
  6. O burro era de facto magnífico. Tu com óculos ou sem eles estiveste tão bem qus até de África recebeste elogios. A festa goi fantástica pela sempre animada companhia. E um bem haja para is jovens dos Cavalinhos por retomarem esta tradição. Ah... o vosso carro estrve muito bem!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. O burro era de facto magnífico. Tu com óculos ou sem eles estiveste tão bem qus até de África recebeste elogios. A festa goi fantástica pela sempre animada companhia. E um bem haja para is jovens dos Cavalinhos por retomarem esta tradição. Ah... o vosso carro estrve muito bem!

    ResponderEliminar
  9. Também te vi no jornal da SIC!
    Gosto muito de festas tradicionais que NÃO MOLESTAM ANIMAIS!

    Há tradições a manter, já outras...

    Beijinhos,
    Paula
    vidademulheraos40.blogspot.com.

    ResponderEliminar