Lição nº 1- aos 45 a aprender a viver

nature, tree, and road image

Já sabemos que a vida é mesmo assim, com altos e baixos, com curvas mais apertadas, com perigos à espreita. Percorrer esta estrada que é a vida assusta por vezes. A mim tem-me assustado mais e já descobri o porquê: é que eu tenho a mania de querer controlar tudo o que está à minha volta e, quando sinto que não o consigo, a ansiedade sobe...

Depois penso que me devo ter em grande conta e quem é que eu me julgo e acalmo-me. Eu sei que não posso controlar a vida, os incidentes, os baixos que a vida oferece... Neste momento, é este o meu trabalho de casa diário... 
Aceitar a vida, respirar fundo e tentar não ser tão controladora... 

E é isto...quem diria que o meu metro e meio de gente poderia albergar uma mente tão complicativa? Mas isto muda, vai dar trabalho, mas terá de mudar. Não faz sentido viver com medos...Aliás, a lição número um está apreendida: viver com medos não é viver. 



4 comentários :

  1. Como eu a entendo!!
    Estou quase com 44 e a minha cabeça também é muito complicada, por vezes gostava de ter "um botão" para desligar e parar com esta ansiedade que me consome... mas ainda não inventaram isso! Boa sorte nessa LUTA.
    Obrigada por partilhar, para percebermos que não estamos sozinhas!
    CR

    ResponderEliminar
  2. É, a vida vai-se encarregando de nos colocar no caminho certo e esse é-o sem dúvida. Assim, desligando o complicador e aproveitanto as coisas boas que a vida nos trás em detrimento das menos boas e da ansiedade de pensar demais nas coisas, somos muito mais felizes :)

    ResponderEliminar
  3. ~Igualzinha - somos compactas e a nossa mente alberga tudo! :S

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. E a ansiedade que isso provoca! Porra! Não temos que levar o mundo as costas! Coragem, bj

    ResponderEliminar