Partilhas especiais para leitores especiais...

Tenho andado mais ausente porque a semana que passou foi exigente. Atenção, digo isto sem queixumes, porque há muito tempo que não me sentia tão em paz e com tanta vontade de celebrar a vida!

O Miguel fez 12 anos e a nossa casa foi invadida por uma barulheira que me fez sorrir de alegria! Doze anos num instante. Doze anos de puro amor, meiguice e muito mimo. A festa foi simples: como era dia de jogo da nossa seleção, cachecóis e bandeiras deram o mote, muitas gomas, rapazes para um lado e raparigas para o outro (isto depois passa) e Portugal a passar às meias-finais para a alegria do dia ser completa.





No sábado, foi o Crisma do Gonçalo. Uma cerimónia linda a assinar um percurso de dez anos. A madrinha foi o Gonçalo que escolheu e foi certeira. Não poderia ter escolhido melhor!
A festa, mais uma vez, foi cá em casa. Não é que eu tenha nada contra restaurantes, mas acho que não fica tão dispendioso e todos estamos mais à vontade para fazermos o que tanto gostamos: conversar, rir, apreciar cada momento, lembrar os que não estão partilhando memórias,  construir outras mais memórias felizes...

Quanto à fé e ao facto do Gonçalo andar dez anos na Catequese, deixem que vos diga que nem sempre foi fácil; apeteceu ao Gonçalo desistir por vezes, em alturas de mais fragilidade, confesso que eu também forcei um bocadinho, mas valeu a pena! Sou uma mulher de Fé e gosto de educar os meus filhos na Fé. Se eles um dia quiserem seguir outro percurso, estão plenamente à vontade, mas não me arrependo um minuto do percurso percorrido.










 No domingo, foi a vez do Gonçalo ser padrinho de um menino que não deixa um minuto o meu coração. Amigos desde sempre, nos bons e maus momentos, mais unidos agora com esta relação de padrinho e afilhado. Tanto, mas tanto orgulho que tenho neles!


E é isto...três momentos especiais que decidi partilhar com quem me segue aqui no blogue há mais de seis anos... Os meus leitores são os mais queridos e merecem!

6 comentários :

  1. Que bom ver que os miúdos de hoje não abandonam a catequese ainda pequenos. Eu andei 12 anos na catequese, pertenci também ao grupo de jovens e foi das decisões melhores que tomei, ganham-se amigos para a vida e valores fundamentais. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. São dois meninos de Ouro ...nunca deixem de sonhar !!!! SEJAM FELIZES !!!!

    ResponderEliminar
  3. São dois meninos de Ouro ...nunca deixem de sonhar !!!! SEJAM FELIZES !!!!

    ResponderEliminar
  4. Fiquei com o coração cheio de orgulho por ter sido escolhida pelo meu querido Gonçalo para partilhar este marco da sua vida ao seu lado. Sempre fomos uma família muito presente em todos os momentos bons e maus, a nossa partilha é muito grande e o nosso amor é ainda maior. Que Deus nos conserve sempre este espírito e que saibamos transmiti-lo aos nossos mais novos membros (até há data parece que temos conseguido!!!!)

    ResponderEliminar
  5. Olá, gosto de ver famílias unidas,desejo-lhe as maiores felicidades!!! Tem uma família linda! Obrigado por partilhar, sigo o seu blog e adoro!!! :) beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Tal como o Gonçalo, também eu (em momentos diferentes já que eu tenho 29), fui educada da mesma forma! Somos de famílias tradicionais que o normal ainda é baptizar, frequentar a catequese e crismar. Gostava de conseguir fazer o mesmo com os meus futuros filhos.!
    Beijinho
    MR💗
    @sagadaemigracao

    ResponderEliminar