Aqui, inveja não entra ( a maioria das vezes...que eu não sou perfeita)


Tenho a mania que não sou invejosa, mas sei que, no passado, em alguns momentos a inveja levou a melhor...

Lembro-me de, em criança, sentir inveja  de quem tinha pais com muito tempo disponível para ir passear ao domingo; de ser adolescente e invejar quem tinha casacos de penas da Duffy;  de quando perdi o meu primeiro bebé fazer um esforço enorme para não invejar as grávidas que me rodeavam; de senti-la entrar em mim, devagarinho, sempre que via casais com os filhos a almoçar, enquanto eu almoçava com os meus, na altura em que o Luís estava em Angola.

No entanto, hoje, como mulher crescida que sou, quero que todos sejam o mais felizes que conseguirem, não invejo viagens de sonho nem bens materiais, quero muito que as mulheres estejam/sejam o mais bonitas possível (e armo-me muitas vezes em esperta e dou conselhos), tenho gosto que as pessoas sejam bem sucedidas.

Em mim, tento que não entre a inveja. Sei que me fará mal, que me deixará amarga e uma pessoa descontente com a vida. Eu não quero ser assim. Eu não  vou ser assim.

E confesso até que, atualmente, mesmo quando vejo mulheres altas e esbeltas ( eu e o meu probleminha com a minha altura), já consigo não as invejar (muito)e, do alto dos meus três meios metros de altura, pensar: "Ó miúda, tu tens saúde, uns olhos verdes bonitos e montes de gente que gosta de ti". 
E costuma passar...
E esforço-me para que a inveja em mim não entre...
E sei que só assim serei mais feliz!

4 comentários :

  1. Acho que ter um bocadinho de inveja é bom. Faz nos ter algo pelo qual lutar e algo para desejar! :)


    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inveja boa...acho que concordo...

      Eliminar
  2. Volta e meia invejamos sempre alguma coisa alheia.
    Eu cada vez me sinto mais resolvida em determinados assuntos.
    Consigo ficar muito feliz com as conquistas alheias. A felicidade dos outros é muito importante para mim. Estar rodeado de pessoas felizes faz-nos muito bem.
    Não invejo ser magra, nem ter mais dinheiro, nem o sucesso profissional. Nem as viagens dos outros, nem as roupas.
    Vou conquistando as minhas coisas, os meus prazeres e as minhas conquistas...
    Beijinhos
    Marta
    @sagadaemigracao

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É por aí que tento ir, querida Marta.
      beijinhos

      Eliminar