Estar em Inglaterra e não ir a uma charity shop é que não...



Aqui em Widnes contei seis lojinhas cujos lucros revertem para obras de caridade e que vendem artigos em segunda mão. Há uns anos comprei em Londres uns brincos que aindo gosto muito, mas agora, não sei se é desta zona, mas o que encontro muito são peças de roupa da Primark, Next e outras marcas inglesas de fast fashion e também malas de marcas falsificadas. No entanto, no meio de tanta coisa, encontrei algo que me agradou: esta mala (ou carteira escolham:) que foi feita em Itália e que custou menos de cinco euros.

Eu sei que nem toda a gente tem paciência para procurar, mas como eu gosto e aqui tenho tempo, tenho-me dedicado (também) a procurar peças diferentes que depois gosto de misturar com roupa mais atual. Chamem-me estilo ou tontice, eu chamo-lhe "eu-sou -assim".

Sem comentários :

Enviar um comentário