Um texto que sou eu

Para quem não lê o jornal local, mas gosta do que escrevo:)


As férias- ir e regressar

Escrevo este texto sentada em cima de uma mala de viagem, algures entre Praga e Viena de Áustria, rodeada de gente sentada no chão… crianças, bebés de colo, pessoas mais velhas…Há um silêncio que me incomoda, ninguém reclama, ninguém ri alto, como se estivéssemos todos juntos a ser teletransportados…
Não me levem a mal por ter iniciado o texto com este tom de queixinhas, mas sou uma miúda mal acostumada… Estava à espera de lugar marcado, de algum conforto. Esqueci-me que é agosto e deveria ter desconfiado quando me venderam o bilhete e disseram que dava para qualquer horário. Mas as queixas acabam-se já aqui que eu não sou mal agradecida e estou grata por poder viajar e conhecer outras paragens. O assunto é outro.

Nas minhas férias de verão gosto muito de conhecer diferentes lugares, experimentar novos sabores, aprender uma ou outra palavra numa língua diferente da minha, ver como vivem outras gentes. Nada contra quem procura resorts ou casas na praia, mas a minha maneira de desligar das minhas rotinas e ganhar energias é esta: calcorrear ruas, decifrar mapas (agora cada vez menos pois o meu filho mais velho encarrega-se do assunto), deslumbrar-me com paisagens, saborear o que nunca comi, fugir um bocadinho à minha zona de conforto.

A verdade é que esta é também uma forma de dar valor ao que tenho. Regressar ao conforto do sorriso dos portugueses (acho que devemos ser dos povos que mais sorriem), voltar a sentar-me no meu sofá, receber as lambidelas da minha cadela, sentir de novo o sabor de um bom café, o cheiro do pão fresco,  comer os vegetais que a Ti Joaquina, minha tão boa vizinha, me oferece, respirar o maravilhoso clima de Portugal, faz-me valorizar tanta coisa que não tem preço. E que agradeço.
O defeito, se o for, é meu, e deve vir de fabrico… Assim sou eu: uma miúda-mulher que adora sair da aldeia onde vive, mas que sente,  contudo, que o melhor de viajar é sempre poder regressar.
Boas férias para todos e bons regressos!


3 comentários :

  1. Es uma mulher sempre em busca de aventuras! Adoro isso :)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  2. Engraçada a sua referência ao "sorriso dos portugueses", pois contraria a ideia que somos um povo triste!E também fiquei admirada com a sua viagem de comboio,tinha uma ideia de serem mais organizados!

    ResponderEliminar
  3. Tal e qual. Gosto mesmo muito de ir, mas adoro regressar!
    Obrigada por me trazeres à memória recordações tão boas, com as fotos que fui vendo. Viena e Praga fazem parte de uma viagem muito especial. Beijinhos e bom regresso!

    ResponderEliminar