Dos dias tristes, tristes...

Foto de Luís Barra (Visão)
Neste momento devem ser milhares os corações que estão como o meu...tristes, tristes...
Moro numa aldeia entre Leiria e Marinha Grande e, mesmo a comunicação social não tendo dado grande destaque, os danos foram muito elevados e o fogo andou, literalmente, à solta- O pinhal de Leiria, que um dia Saramago disse ser local de duendes e gnomos, já não é mata nacional das memórias de tantas e tantas gentes...A praia das Paredes, Vieira, Pedrogão, Carriço...O negro substitui o verde...

E as vidas que se perderam pelo nosso país? E nem que fosse apenas uma...
Custa a acreditar que no século XXI seja assim..




1 comentário :

  1. O fogo andou muito perto!
    Se há coisa que eu valorizo e que me da paz é o verde, a natureza e ar puro!
    Nós estamos em lágrimas e revoltados...!
    Marta

    ResponderEliminar