As " personalidades" e os outros

Foto retirada do site da revista Caras

Não consigo perceber. Independentemente de sermos cristãos, católicos, crentes em Deus, num só Deus, não consigo perceber, muito menos aceitar... Pensei que fosse da minha fase birrenta, pensei melhor e sei que não é...continuo incrédula... A verdade é que não consigo entender como é que numa  missa há lugares marcados para as " personalidades"  e o homem comum fica de pé, mais atrás,  para não estragar a fotografia. Foi o que vi no site da Caras,  personalidades " sorridentes, bem vestidas, com lugar marcado, bem à frente, para assistir a uma Missa e ouvir um homem que se diz  representante de Deus, de um Deus que nos diz que todos somos iguais e que é mais fácil um camelo entrar num buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus... Pode ser...mas fácil, mais fácil, é ter direito a lugar sentado! 

15 comentários :

  1. Sinto exactamente o mesmo que tu, por isso ou estamos as duas muito birrentas, ou é mesmo isto que não faz qualquer sentido.

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  2. É apenas mais uma das muitas formas de demonstração do cinismo da religião.

    ResponderEliminar
  3. esta foi mesmo bem vista. podes crer, é só injustiças, e depois a conversa da igualdade e bla bla bla, até o papa vive na riqueza, opulência e ostentação e não ajuda ninguém.
    acho que não seria isto que os cristãos originais iriam querer, nem os de agora.

    kiss

    ResponderEliminar
  4. Podes crer...pelos vistos há hierarquias até na fé...bj:)

    ResponderEliminar
  5. Pois não se compreende essas personalidades...sentados confortavelmente...e os comuns, mesmo saindo mais cedo do trabalho já não conseguiram sequer lá entrar, que foi o meu caso!

    Beijos***

    ResponderEliminar
  6. Eu concordo, sem dúvida. Mas quanto aos comentários que li a este post coitado do Papa meninas, não foi ele que decidiu quem é que se ia sentar onde!
    Beijos =)

    ResponderEliminar
  7. Bem, até compreendo o teu ponto de vista, mas o Papa é o representante máximo da Igreja, e é uma figura de Estado em vizita ao nosso Pais como tal não me parece nada mal que haja lugares marcados.
    E o homem comum fez uma moldura humana muito bonita...

    Abracêjos

    ResponderEliminar
  8. Realmente, a nossa sociedade é uma autentica aberração.
    Pf....

    ResponderEliminar
  9. Por comparação, e independentemente do protocolo, custa-me imaginar as centenas de pessoas idosas, doentes, grávidas, crianças, que estavam ali em pé, há muitas, muitas horas!

    ResponderEliminar
  10. O país que temos é o que dele fazemos!
    Não é o Papa que tem culpa, acredito k não foi ele k tratou da logística da organização, muito provavelmente grande parte das ditas "personalidades" nem sequer tinham qualquer significado pra ele! :)

    ResponderEliminar
  11. Verdade, verdadinha. Este por acaso, até foi um dos temas de conversa que ontem tive com o meu pai. Esta história de que somos todos iguais, faz-me sempre lembrar uma passagem do grande livro de George Orwell "O triunfo dos porcos".
    Passo a citar: "Os animais são todos iguais, mas uns mais do que outros".
    Esta sátira, representa todo este teatro de vida na perfeição.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  12. São controvérsias da vida minha amiga, as vezes, difíceis de aceitar...
    A séculos que infelizmente é assim, os ricos com mto mais vantagens q os pobres.
    bjs;
    Bia.

    ResponderEliminar
  13. Pois, somos iguais, somos iguais mas há uns mais iguais que outros... Bem apanhado.

    ResponderEliminar
  14. Clarividente análise. Que a contrapartida dos últimos serem os primeiros nos valha!

    Meditabunda

    ResponderEliminar
  15. Concordo com a Pó d'Estrelas. Para a maioria das ditas "personalidades", aquela cerimónia não foi uma missa, mas sim um evento social. O problema não é da religião, mas de uma sociedade completamente hipócrita, não se deixem confundir! Estavam lá muitas pessoas que deviam ter vergonha de aparecer, sempre com sucessivos comentários contra a Igreja e, provavelmente, nunca tinham ido a uma missa senão naquele dia. Sociedade FALSA e opiniática!!

    ResponderEliminar