Wake up call

A Alanis Morissette é aquela cantora a quem recorro sempre que me sinto " blue". Sabem aquela sensação de tristeza levezinha que de repente nos invade e nós nem sabemos porquê?
Adoro " cantar" as canções dela ( repararam que cantar está entre aspas?) principalmente porque as letras sãos verdadeiras e dizem-me algo.
Pois então é assim, nos últimos dias tenho andado assim mais triste...e nem sei porquê. E fico chateada comigo, porque está tudo bem e não tenho quaisquer motivos para estar assim...
Sabem o que faço? Ponho esta música em modo repeat e digo para mim própria " Moça, acorda para a vida!"
Por uns momentos resulta...
Vocês às vezes também se sentem assim...tristes e mal-agradecidos?


Aviso:  Este vídeo não é o oficial, mas tem a letra da música "Offer"...

10 comentários :

  1. Bom gosto, sim senhora Ahahahah
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Querida Sofia, também me sinto assim por vezes, mas mais no Inverno cinzento e húmido. Sem razão aparente, como dizes, fico nostálgica e apetece-me estar só. Mas dá e passa. Espero que para ti, também esteja a desaparecer :)

    Beijinhos, minha querida.

    ResponderEliminar
  3. Sim, também. E é muito desagradável quando nem sabemos explicar porquê, mas penso que deve acontecer a toda a gente de vez em quando..

    ResponderEliminar
  4. Também gosto muito dessa música, acho que tem uma letra maravilhosa. Espero que estejas um pouquinho menos Blue.

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  5. Sim, também me sinto assim algumas vezes, acho que acontece a todos. Mas acho que no teu caso, talvez seja a aproximação do final das férias o motivo do teu estado de espirito;)
    Bjs.

    ResponderEliminar
  6. Sabes, acho que ando igual a ti. E tb canto, mas não encanto :)
    Bjinho grande

    ResponderEliminar
  7. That I would be good even if I gained 10 pounds... Isn't it ironic?
    No pressure over a cappuccino always works for me ;)

    ResponderEliminar
  8. Primeiro blue....depois culpada por sentir-se tão miserável quando, afinal, a vida até nem corre mal.E se olharmos para os milhões que têm tão pouco... Nem sempre pouco alimento ou "pouco" tecto. Pouco amor, pouco interesse, pouca serenidade.
    Vamos então sacudir a tristeza e sentir que podemos fazer algo mais, por nós e pelos outros. Força :)
    Claudia Maia

    ResponderEliminar