Histórias reais

Sempre que leio ou ouço a  uma palavra leucemia o meu coração fica mínimo. Doença de heróis que, mesmo assim, já ceifou demasiadas vidas. A mim roubou-me um primo quase da minha idade quando eu tinha quinze anos ( ele catorze). 
Nunca esqueço o meu primo Mário. Fomos grandes companheiros, ajudei-o como pude na doença e continuo a sentir que fiquei uma pessoa mais bondosa por ter tido o privilégio de passar tantos momentos com ele.
É por isso que histórias como a do pequeno filme que aqui posto (e que talvez já conheçam) me emocionam, me abanam, mas também me fazem acreditar que mesmo  quando existe adversidade é preciso acreditar num mundo melhor!

Vamos todos hoje aproveitar bem o dia, sim?

7 comentários :

  1. Oi!
    emocionei-me ao ver este video, muito comovente.
    um resto de um bom fim de semana ;)
    bjx

    ResponderEliminar
  2. Lindo! Eu perdi uma priminha.. com 8 anos.. ainda dói!

    ResponderEliminar
  3. Cada vez te acho MAIS "Gira aos 40".

    ;) PG

    ResponderEliminar
  4. bem...que arrepios!
    até há bem pouco tempo tive a minha mãe no IPO, muito perto da ala pediátrica. é ver crianças ainda de colo nestas situações, é horrível. só pensava se fosse o meu pequenino...

    ResponderEliminar
  5. Um grande beijinho e um enorme obrigada!

    ResponderEliminar
  6. E não custa nada ser dadora...

    ResponderEliminar
  7. Recordaremos para sempre o nosso Marito.
    Pela dor da perda mas mais que tudo pela coragem
    Saudades

    ResponderEliminar