Relaxar a arrumar



Há uma tarefa que eu adoro fazer quando chega o outono. Ver as roupinhas dos meus petizes e selecionar o que serve, o que já não serve, o que passa do mais velho para o mais pequeno, o que é para dar a outros putos... Gosto, pronto. Relaxa-me arrumar tudo direitinho, cheirar as memórias de quando eles vestiam esta ou aquela peça...
Já quanto ao meu armário, as coisas já não são bem assim.

Foto: Lanidor

8 comentários :

  1. Tem piada, vou fazer isso mesmo com as minhas roupitas! Quanto á das pikenas elas já o fazem sozinhas, é a vantagem de ter filhas grandes!!!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. também faço todos os anos por esta altura, mas não me relaxa nada... aliás, vou adiando até não dar mais!
    mas é sempre engraçado ver como cada um reage às coisas de maneira diferente!

    ResponderEliminar
  3. ah ah eu deixo essa tarefa para os meus! Eles é que têm de ver o que serve e não serve porque eu já baralho tudo..é a idade!

    ResponderEliminar
  4. Traz sempre boas lembranças, suponho :)

    ResponderEliminar
  5. Ooooooooh, que sweet... Vê-se mesmo que é a tua artéria de mãe! Sim, porque quando é com as nossas coisas só de pensar na trabalheira. ;)

    ResponderEliminar
  6. A sorte (ou azar) é que o meu não tem nada do ano passado que lhe sirva :)

    ResponderEliminar
  7. Querida Sofia, daqui de casa partiram ontem dois sacos cheios.
    Já fiz a revisão das roupas: o que estava velho foi transformado em trapos para limpeza, o que estava em bom estado, foi para quem deles necessitava.
    Gosto da sensação, tal como tu. :)

    ResponderEliminar
  8. Pois não! Arrumar o armário na mudança de estação não é pêra doce, é, para mim, um tormento. E vou adiando, adiando, até que não dá mais para adiar, quando o senhor tempo decide decidir-se, o que parece que vai acontecer já na próxima semana.

    Gostei daqui e vou seguir.
    Fica o convite:
    Vem visitar-me, conhecer-me e decidir se queres instalar-te lá por casa.
    Oxalá...
    Beijo
    Nina

    ResponderEliminar