A vida como ela é...

E apesar do tom ligeirinho com que tem andado o blogue, a verdade é que aqui a dona tem andado com semblante escurinho. Eu tento disfarçar, mas a verdade é que ando triste com o que se passa à minha volta...Famílias cada vez com mais dificuldades, colegas que temem pelo futuro (eu que também receio pelo meu), pessoas a serem despedidas, outras tantas a temerem ficar sem emprego...A verdade é que não consigo ser feliz com tantas pessoas com vidas difíceis à minha volta.

Tento ajudar como posso, com bens ou com palavras, mas não está fácil... E parece que chegamos a um ponto em que estamos a ficar vergados, sem brilho no olhar, acomodados ao que parece não ter melhorias nos tempos mais próximos... Desprotegidos e sem esperança, rendidos ao " vai-se andando".

Como faço para reagir? Procuro a esperança que me falta buscando-a nos meus putos, nos seus mimos e gargalhadas. Isso e muitos episódios de Uma família muito moderna!


Tumblr_lth449wbd61qbdipro1_500_large

15 comentários :

  1. Haja alegria Sofia...sempre ajuda a ultrapassar fase menos boas!

    ResponderEliminar
  2. Ainda agora tive uma conhecida a bater-me à porta para deixar o curriculo para eu entregar na empresa na qual trabalho. O pior é que sabe Deus a gente manter o nosso emprego (o de todos) quanto mais meter gente nova. Está memso mau, mas não nos podemos deixar abater.

    ResponderEliminar
  3. É verdade que há cada vez mais gente com dificuldade, mas temos mesmo de ajudar como podemos e fazer por ver a vida pela positiva porque sem ser assim é o desespero.

    ResponderEliminar
  4. Isto está mesmo mau...para cada lado que se olha só se vê gente desempregada, empresas a fecharem e a lutarem pela sobrevivência. Infelizmente é a realidade. A pessoa tenta não ficar abatida com estas coisas, mas é difícil. Neste momento tenho emprego (não efectivo) e não sei o dia de amanhã, mas ver a minha irmã a tentar arranjar qualquer coisa e só ser chamada para empregos que são verdadeiras ratoeiras e abuso por parte de certas empresas dá-me vontade de por este pais para trás das costas...enfim. A esperança já não é muita que as coisas se recomponham...!

    Beijocas querida

    ResponderEliminar
  5. Acho que nem vale a pena falar mais nada porque já foi tudo dito nos comentários anteriores..
    Apenas posso dizer que também adoro a familia muito moderna e dou umas gargalhadas valentes com eles :)*
    Vou seguir-te*

    ResponderEliminar
  6. são alturas muito complicadas! Força!

    ResponderEliminar
  7. Sofia, nas minhas piores fase começo sempre a ver uma série. De preferência de rir. Parece que viajo para longe...

    ResponderEliminar
  8. sofia, acho que estamos todos mais ou menos no mesmo barco... a mim, directamente, ainda não me bateu à porta, mas são muitas as pessoas que me rodeiam que andam às voltas com problemas muito sérios, e eu tb não consigo ficar indiferente. 'uso' muito o teu remédio e lá me vou rindo com o 'modern family'. porque não há muito a fazer, mesmo, e sempre desligamos durante um bocado!

    ResponderEliminar
  9. Com a situação que estamos a viver é impossível não ter receio do que está para vir. Eu tento viver um dia de cada vez, com a maior força e alegria possível. bj!

    ResponderEliminar
  10. Como eu te entendo. Esses pensamentos também me assolam dia e noite, para mais agora que estou á espera de bebé, o pimpolho Simãozinho não tem culpa de nada mas não podia ter vindo em pior altura, que Deus me perdo-e o que estou a dizer. Mas eu nem estou a conseguir levar a gravidez com alegria, pois embora tendo trabalho, a empresa está nas ruas da amargura, e eu só me imagino no desemprego. Desculpem o desabafo.

    ResponderEliminar
  11. Ana,
    se precisares de roupinhas de menino diz, sim?Manda e-mail. Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  12. UI... como me entendo! esse é o meu sentimento nos últimos tempo! Fico doente com tudo o que vejo passar-se minha volta! e para mim apenas bastava a minha triste condição de professora contratada! Tenho 28 e esta porra desta crise não podia vir em pior altura ( e eu tenho tido muito sorte a nível profissional.. mas é tão incerto)... a minha vida esta em stand by!


    * beijocas

    temos que andar um dia de cada vez!

    ResponderEliminar
  13. Olá,
    pois é isso...está um País mt triste e desanimado, as pessoas todas estão e, estamos receosas com um futuro que tem mais espelho de incerto que certo!

    : (
    Bjs
    Fica bem

    ResponderEliminar
  14. Eu também me vou agarrando a pequenos escapes que eu chamo de pontos de fuga: sérias como esta, bons livros, bons filmes, boa comida etc. A ver se não perco a esperança, mas não está fácil com tanta incerteza a pairar como nuvens negras na nossa cabeça.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Obrigada Sofia, do fundo do meu coração, até fiquei comovida com um gesto tão bonito. Mas não é necessário, estou rodeada de amigas que tiveram meninos, e já se prontificaram a emprestar roupa, e tenho algumas coisas que servem da pipoca para ele, se fosse rapariga tinha tanta , mas tanta roupa da miúda, mas saiu-nos um pilas na rifa ;) Um beijinho enorme

    ResponderEliminar