Oito


Há oito anos quando o meu menino mais novo nasceu, confesso que eu tinha receio de não o conseguir amar tanto quanto ao irmão mais velho. No entanto, mal o vi, cheirei e abracei, o amor cresceu, cresceu e  logo senti que o amor era o mesmo.
Tenho muita sorte com os meus meninos. E o meu Miguel é um rapazinho doce, meigo que deixa todos rendidos e me faz ser uma mãe babadíssima.
Pronto, já perceberam...o Miguel faz hoje oito anos e eu ando aqui às voltas para tentar encontrar as palavras que demonstrem o quanto eu o amo. Não vou ser capaz. É um amor tão imenso que sei não vou encontrar as palavras certas para o expressar!

11 comentários :

  1. Amor de Mãe :) é único e imenso!

    ResponderEliminar
  2. Ah, e PARABÉNS ao pequenito e à família :)
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  3. Um grande beijinho e muitos parabéns ao Miguel e a ti, querida Sofia :)

    ResponderEliminar
  4. parabéns a ele e à mãe!
    que continue a fazer-te muito feliz!!!
    beijinho

    ResponderEliminar
  5. Parabéns à mãe e parabéns ao Miguel!

    ResponderEliminar
  6. Parabéns ao teu homem mais pequeno!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. É curioso este post. Eu tenho só 1 filho e sou muito preocupada e stressada com ele, dou-lhe excesso de protecção. Dizem-me que se tivesse outro filho eu conseguia acalmar. e eu já pensei como seria se tivesse dois: Se o amor e as preocupações se dividiam ou se multiplicavam.
    O amor de mãe é mesmo muito grande, e acho normal ter ocorrido esse pensamento 
    Felicidades

    ResponderEliminar
  8. É curioso este post. Eu tenho só 1 filho e sou muito preocupada e stressada com ele, dou-lhe excesso de protecção. Dizem-me que se tivesse outro filho eu conseguia acalmar. e eu já pensei como seria se tivesse dois: Se o amor e as preocupações se dividiam ou se multiplicavam.
    O amor de mãe é mesmo muito grande, e acho normal ter ocorrido esse pensamento 
    Felicidades

    ResponderEliminar