Viver sem "ses"...aprende-se?

Se eu pudesse mudar algo em mim, seria menos indecisa e sofredora. Tenho muitas vezes receio de optar por um caminho, vivo demasiado os "ses" da vida, penso muito em todos os pormenores e como receio arriscar, arrisco-me a deixar de viver muitas emoções...

Mas isto não passa com a idade?

8 comentários :

  1. Devia passar, mas acho que às vezes se agrava... Depende se nos tornamos mais responsáveis e conscientes... Lol. É melhor ganharmos consciência é de que a vida é muito curta! :)
    Bjs!!!

    http://hiimab.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Eu acho é que se agrava. Nós quando somos mais novos agimos mais impulsivamente e com a idade passamos a ponderar e ponderar e por vezes acaba por não passar disso mesmo. Ponderar...
    That's life! :D

    ResponderEliminar
  3. Espero bem que passe... Xiça eu sou muito assim! E se lhe juntares o facto de que tenho 28 anos, uma relação estável, sou professora e desampregada (pois claro)... ando em estado bomba!


    * beijocas

    ResponderEliminar
  4. Temo que não,em alguns aspectos.Ou então é do nome Sofia ;)

    ResponderEliminar
  5. os "ses" são air bags e cintos de segurança. uns colocados pelos nossos pais, outros criados por nós. podemos removê-los a todos.
    ... e podemos ter sorte...

    ResponderEliminar
  6. Acho que é importante viver com uns certos "ses", revela consciência das coisas, responsabilidade. Mas nada em exagero, senão arriscamo-nos a não aproveitar nada da vida. bj!

    ResponderEliminar
  7. Espero que sim sofia, espero que sim...

    ResponderEliminar