A minha vida como ela é # 5

Large
Tenho andado a escrever menos aqui no blogue. Não pensem que é desinteresse, apenas sinto que o meu cérebro, por vezes, processa tanta informação que custa coloca aqui por escrito tanto sentimento que tem andado a atropelar a minha mente.
A verdade é que vocês se devem ter apercebido que a vida cá em casa está em fase de mudanças e eu ando um pouco à toa, tentando gerir tudo o melhor que eu sei. Para me (nos) animar penso que se fosse tudo certinho a vida não teria a mesma graça e disfarço o(s) medo(s), sorriso e tomei a semana passada uma decisão deveras importante: a saber, voltei a ser loira.

Loira, MESMO! Na passada quinta-feira, resolvi enfiar-me num cabeleireiro e só saí de lá depois depois das minhas melenas estarem claras o suficiente para eu me sentir mais iluminada e radiosa. E quero lá saber de quem não gosta. Eu gosto de ser loura, faz-me sentir mais nova e pronto. Afinal, não fui eu que assumi  na televisão que já não fazia fretes?

Prometo, entretanto, a vocês fiéis leitores que me aturam e ainda não fugiram, que brevemente explico tudo: não me divorciei ( lagarto, lagarto, lagarto), não penso separar-me do homem que me atura há mais de vinte anos, mas a minha vida anda em modo montanha-russa. Para combater isto tudo, nada como iluminar a cabeleireira, pois a luz, à mente e à alma, regressará devagarinho.

Ah...e entretanto surgirá a foto. Hoje foi dia de tirar foto na escola e o fotógrafo pedia para que eu dissesse salsicha. Eu recusei. Diz o moço " E então se for batatinha?" 
Há homens que conhecem tão mal as mulheres ...

3 comentários :

  1. Dar uma repaginada é maravilhoso para marcar uma nova etapa de vida né? Mto boa sorte amiga! bjs...

    ResponderEliminar
  2. Tenho a certeza que continuas uma gata:) Mas queremos ver uma foto:) bj!

    ResponderEliminar
  3. como concordo contigo! Na nossa idade já não fazemos fretes! Sabemos bem o que queremos! Força

    ResponderEliminar