Uma família com esperança #3

Por aqui o tempo vai rolando. Mentiria se não dissesse que tenho andado mais serena e que tenho dormido melhor. Ainda dói, mas um bocadinho menos.
Claro que não esqueço e há momentos difíceis, mas o facto de termos novas rotinas (mensagens ao acordar, as fotos que ele me manda e despedirmo-nos quando cada um está na sua cama, por exemplo) tem ajudado.

Os miúdos sentem a falta do pai, mas parece-me que estão a encarar relativamente bem este período. E eu sei, que eles precisam de me ver mais animada. E eu tento.

O que me custa mais é saber que o Luís sofre com saudades dos filhos (e minhas, vá) e eu detesto que ele sofra... Porque eu estou no meus espaço, com meus meninos e amigos. Para ele tudo é novo e, embora sabendo que ele delira com a natureza de África e que está animado com o trabalho, imagino as saudadinhas que não deve ter...

E pronto, para já é isto. Assim que estiver de férias, prometo que faço aqui um post a agradecer a todos os que aqui têm deixado palavras de força (com o vosso nome e tudo). 

A banda sonora ainda tem andado um bocadinho lamechas, mas já consigo cantar esta (nossa) música bem alto e com poucas lágrimas nos olhos. É um começo, ora essa!

8 comentários :

  1. Um beijinho para ti! E continua com essa força!

    ResponderEliminar
  2. Força, o que importa é que a vida teve arranjo e haja trabalho... podes sempre ir pensando na festa que vais fazer quando o Luís chegar!! O jantar, os enfeites da mesa, os petiscos, os amigos que não podem faltar (ou então, somente tu, os cachopos e ELE)Uma comemoração que podes preparar com carinho e dedicação... :)
    Titá

    ResponderEliminar
  3. Força minha querida....bjos

    ResponderEliminar
  4. Há dias, aconchegada no ombro do mais-que-tudo, lembrei-me de ti, de como te custará estares sem esse aconchego... Sermos fortes pelos nossos e, ao mesmo tempo, ter tanta vontade de ser pequenina e de que alguém nos console as mágoas não deve ser nada fácil. Mas há o Amor que vos une e que dará força a um e a outro. Um grande beijinho e muita força.
    CLS

    ResponderEliminar
  5. A saudade dói, mas o vosso amor vai sair fortalecido...
    Muita força.
    Beijos
    Elsa

    ResponderEliminar
  6. Ainda bem que com o passar dos dias, está a ultrapassar melhor a situação.
    Família benfiquista

    ResponderEliminar
  7. Olá Sofia.
    O meucomentário poe parecer-lhe despropositado e inconveniente, mas sei que entre casais separados pela distancia essas suspeitas podem acontecer... Se algum dia lhe disserem que não é possivel a um homem separado tantos kilometros da sua esposa, sobretudo em Àfrica, ser-lhe fiel,discorde.

    Eu tenho uma familia semelhante à sua (pelo que me é dado a conhecer) e numca troquei o amor que tenho pelos meus por uma qualquer aventura. Nunca, durante um ano que estive em África.

    O seu Luis , com a familia que tem, acredito, prodederá de igual modo.

    SEjam fortes e unidos. A familia sairá ainda mais coesa.

    Abraços

    ResponderEliminar
  8. Olá Sofia...tenho por hábito de vez em quando vir dar uma espreitadela ao que escreve, hoje dei-me conta que já não visitava aqui o blog há uns tempos! Pois, dei uma vista de olhos rápida e reparo em paisagens que conheço...também eu estou a viver em Luanda desde o inicio do ano e portanto eu sei o que é estar do lado de cá! A família,o namorado...ficou tudo em Portugal...e infelizmente também sei o que é estar no lugar dos seus filhos, pois o meu pai também sempre viveu fora de Portugal, logo passava longos períodos sem a família.
    São definitivamente alturas que abalam uma família, vão existir alturas complicadas de certeza, mas isso vai acontecer dos dois lados. Mas também lhe digo, não há nada que não consigamos ultrapassar, e com o tempo as coisas podem parecer um pouco mais fáceis. Infelizmente a situação que se vive em Portugal faz com que isto aconteça com muitas famílias, e por isso, temos de ser fortes.
    Somos sempre mais fortes do que pensamos ser...

    Um grande beijinho
    S.

    se precisar de alguma coisa, faça um comentário e posso sempre enviar-lhe um email com os meus contatos :)

    ResponderEliminar