Hoje, tecla preta...

Fotos da Linha do tempo | via Facebook

E pronto. A imprevisibilidade da vida caiu-me no colo. 
Tínhamos assumido que o dia vinte era o dia de estamos os quatro outra vez, mas não foi. Um passaporte que ficou retido umas horas a mais, um voo que já não deu para apanhar e a angustiante busca de outro voo Luanda- Lisboa. 
Eu sei que nós somos uns novatos nestas andanças de África e assumimos que tudo iria correr como planeado. Não correu. Agora é esperar e torcer para que já falte muito pouco para estarmos juntos outra vez. Precisamos tanto.




5 comentários :

  1. Tenho seguido atentamente o seu blogue e sei, por experiência própria o quanto custa estar longe de quem amamos...espero que seja provisório, nem que o provisório sejam alguns anos...beijinhos GRANDES daqui das Terras de Sua Majestade

    ResponderEliminar
  2. Ohhhh, imagino a tua decepção! :-( Mas não desesperes, vai voltar logo, logo. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Calma com esse estado de ansiedade.
    está quase ,quase ... o pior já passou.
    Família Benfiquista

    ResponderEliminar
  4. Oh querida sei bem como essas coisas são... espero que estejam juntos bem depressa.

    Um beijão

    ResponderEliminar