Dos fins-de-semana

Vou ao futebol com o Miguel,  ajudo os miúdos com os trabalhos de casa e hoje até vou a um jantar de angariação de fundos para uma instituição local.
A agenda pode estar cheia, as horas ocupadas, mas os fins-de-semana custam sempre muito mais a passar do que os outros dias.


Aqui para os meus lados...o sábado e o domingo custam mais a passar. Para quem está aí desse lado, um pedido: não desperdicem tempo. Abracem, durmam enroscadinhos, mimem quem amam. Por aqui... faltam dez fins-de semana. Ui!

1 comentário :

  1. Também a mim, me custa imenso o fim de semana, também ocupo tal como a Sofia com o meu filho mas as saudades parece que ficam mais acentuadas...e a "inveja" que sinto quando vejo um casal bem agarradinho...e eu ter que esperar até dezembro para sentir o seu abraço! Angola ainda fica tão distante para abraçar...beijinhos (sei bem o que sente) Maria

    ResponderEliminar