Uma família com esperança #11


Há quem diga que nos acostumamos às partidas. Eu acho que não. As últimas horas que eu e o Luís costumamos passar juntos antes de dizermos "até já" são doridas, entre o querer aproveitar cada minuto e não deixar transparecer o aperto que se vai formando.

O que vale e que quando um está prestes a ir abaixo, o outro dá força e segura. Foi quase sempre assim...

Quem nos conhece à primeira vista, costuma pensar que somos muito diferentes. E somos. A começar pelo aspeto físico... o Luís mais magro e eu mais redondinha (agora já não é bem assim), o Luís de camisinha aos quadradinhos ou risquinhas num estilo bem mais conservador e clássico do que o meu, eu a gostar de fast fashion e o Luís a nem saber o que isso é.

E, mesmo quanto à nossa maneira de ser, há notórias diferenças: o Luís mais sereno e tranquilo e eu mais extrovertida; o Luís a gostar de estar no seu cantinho e eu a gostar de dançar sem parar, o Luís a reler  "Cosmos" de Carl Sagan e eu a ler romances cor-de-rosa...

No entanto, estamos juntos há quase vinte e quatro anos, e embora a nossa relação não seja perfeita, temos sabido crescer juntos e aceitar as nossas diferenças. Ambos sabemos que queremos continuar juntos e, por mais dificuldades que possam surgir, vamos lutar pelo amor que temos um pelo outro

A foto que volto a postar aqui mostra um bocadinho isso, acho eu... Exteriormente tão diferentes, mas com um querer comum... E hoje, mesmo sabendo que a dor vai apertar mais uma vez, o facto de sabermos o que ambos queremos ajuda-nos um bocadinho...É só um até já e há mais momentos felizes à nossa espera!


9 comentários :

  1. É isso ai, coragem e pensar que dias melhores virão. Costuma-se dizer que as diferenças muitas vezes acabam por nos tornar mais próximos do outro, porque existe um maior equilíbrio :)

    ResponderEliminar
  2. Um beijinho neste momento que deve custar horrores. Força!

    ResponderEliminar
  3. Beijinho Sofia, as despedidas são mesmo terriveis, temos mesmo que pensar que é um até já!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Um amor como esse vence tudo!

    ResponderEliminar
  5. Que texto lindo Sofia :-)

    E não é nada lamechas, foi escrito com o coração e isso transparece :-)
    Ainda sou casada à muito menos anos que a Sofia mas já começo a perceber que mesmo havendo diferenças de personalidade é possível um casal estar unido com muito amor e compreensão desde que se respeite o espaço de cada um que por vezes também é preciso... O que eu acho que acontece com muitos casais é que às primeiras diferenças de feitio e adversidades preferem separar-se e acabou a chatice... Cada um é como cada qual e gere o seu casamento mas é tão bonito um casal feliz e que se ame imenso apesar das suas diferenças, por vezes isso é que torna o amor bem mais forte e sólido :-)

    Beijinhos Sofia e que venham muitos mais anos agarradinha ao amor da sua vida!!!
    Beijinhos para os seus filhotes também***
    Joana

    ResponderEliminar
  6. Lindas palavras. Sei a que sabe cada despedida...em um nó na garganta é um sabor a fel..mas vai passar rápido e daqui a nada estão todos juntos de novo! Aii como sabe tão bem esses reencontros! Também sei o que é ser um casal completamente diferente,podia dizer que eu e o meu noivo somos assim, eu todo extrovertida e que adora cantar e dançar ele todo mais "low profile"..mas é como digo são as nossas diferenças que nos complementam! Há melhor que isto, não há? Bjos e muita força! :)

    ResponderEliminar
  7. Como a entendo Sofia...Não sei como as pessoas se acostumam às partidas! Cada partida é mais e mais difícil...
    Hoje regressou um colega de trabalho de Portugal e digo-lhe, que é notória a cara de tristeza e vazio que as pessoas trazem consigo!
    E quando nos dizem que a Familia (mulher e filhos) ficaram a chorar no aeroporto? E de seguida o meu rosto de enche de tristeza por saber o que isso é e que, infelizmente muitas familias o sabem!? E o que dizemos a alguém nesta altura!?

    Compreendo mesmo a sua Dor.:(

    Um abraço muito forte, muito apertadinho e muito carinhoso*

    MR<3
    Blog Saga da Emigração

    ResponderEliminar
  8. Os opostos atraem-se:) A saudade doi mas o vosso amor é mais forte. Beijinhos

    ResponderEliminar