Uma família com esperança #12

Untitled
Tomar decisões custa-me/nos quase sempre, mas às vezes temos mesmo de parar, pesar prós e contras e decidir.

Agora, por aqui, andamos assim... a tentar decidir o melhor para nós. Se para já está excluída a hipótese de irmos os quatro para Angola (pelo menos este ano letivo e uma das razões que pesa é o facto de na região onde o Luís vive ser difícil para os nossos meninos frequentar uma escola para a faixa etária deles), há outros caminhos que se podem traçar para nos apoiarmos mais e ser menos difícil viver esta dolorosa separação que, por mais um ano, será realidade.

Andamos, então, a tentar decidir o melhor para nós...com a cabeça cheia de " ses", mas tendo uma certeza em mente: a família tem de estar primeiro.


E, a seu tempo, e se for avante a decisão que para já está tomada, saberão...

3 comentários :

  1. Sei tão bem o que isso é! Viver com uma data de "ses"! Tomar ou não tomar aquela decisão! Pesar prós e contras...

    ResponderEliminar
  2. Estamos na mesma! Muitas felicidades!

    ResponderEliminar
  3. Muita inspiração para boas decisões. Big Kiss

    ResponderEliminar